Vidas que louvam


 27 de março de 2017
pais-filhos-lendo-materia
Observemos como as crianças ficam contentes quando seus pais estão por perto, em casa, na escola ou na rua.

É por isto que Jesus diz que elas oferecem o louvor perfeito (Mateus 21.16).
O louvor das crianças é perfeito porque é natural; vem de dentro e não visa qualquer interesse. Vem do prazer de adorar, que vem pelo prazer de estar na presença de Deus. Louvam por pura alegria.
O louvor das crianças é perfeito porque elas mostram o que são e o que sentem. Seu louvor é sua vida. Seu louvor não depende da performance, porque é a expressão do seu desejo. Nisto reside a sua beleza.
Deus ensina o perfeito louvor desde a nossa infância e convida os pais a participarem deste processo pedagógico. Deus ensina as crianças por meio dos seus pais. Ele espera que os pais ensinem seus filhos a amar e a ler a Biblia, como Jesus amava e lia. Ele sabe que os pais transmitem aos filhos aquilo que são.
Os pais ensinam quando amam a Deus.
Os pais ensinam quando amam a natureza, cuidando dela, fazendo-a florescer.
Os pais ensinam quando amam os outros, com gestos que traduzem respeito e evidenciam generosidade.
Os pais ensinam quando procuram nutrir desejos puros em seus próprios corações, o que implica, muitas vezes, em corrigir os desejos que ainda têm, seja a raiva ou a pornografia, o preconceito ou a ganância.
Os pais ensinam quando têm emoções sadias. Os pais podem se deixar arrastar pelas emoções doentias dos seus pais ou avós ou podem começar um novo ciclo na vida de sua família, buscando a cura para suas emoções, se elas estão enfermas.
*************
Por:  Israel Belo de Azevedo

http://www.clickfamilia.org.br/oikos2015/index.php/vidas-que-louvam/